27 de maio de 2010

à espera de um sinal divino

[Therese Kellner]

ando há dois dias às voltas com este amargo de boca, sem saber se é uma birra, um simples amuo, uma tempestade num copo de água. ando há dois dias a tentar dar a volta por cima, a pensar em ligar, em dizer qualquer coisa, em acabar com esta tontaria [gosta tanto desta palavra como odeio que me chamem tola] de uma vez por todas, mas cada vez que tento volta o amargo de boca e não consigo abrir um sorriso sem que pareça cínica.

4 comentários:

Poetic GIRL disse...

Pois há dias assim, em que até o nosso sorriso nos abandona. bjs

Cat disse...

Apetece-me roubar-te este post também. Escreves o que sinto. Palavra por palavra.

MRPereira disse...

Sentimentos fortes

Vou-te seguir, porque partilho alguns deles contigo!

Kiss

franciscoslade disse...

Belo blog. Ainda que você defenda não ser um blog.

Parabéns.